Bonito – MS – Tudo o que você precisa saber para sua viagem

0 106

- Advertisement -

Todo o texto abaixo é um super post, explicando detalhadamente sobre a cidade de Bonito no Mato Grosso do Sul, um dos destinos mais visitados no Brasil por quem procura aventura e contato intenso com a Natureza.

Talvez você tenha vindo até aqui atrás de uma informação específica, então não se preocupe, você não vai precisar ler o texto todo, se não quiser. Abaixo tem um índice com cada um dos tópicos abordados no post.

Então se estiver com pressa, pode clicar no índice do assunto que você deseja saber informação.

Leia, divirta-se e boa viagem.

Ah, se ficou com alguma dúvida, quiser dar alguma dica ou sugestão, escreva para mim no final do post.

SOBRE BONITO

Em 11 de novembro de 1915 foi criado o Distrito de Paz de Bonito e depois de muita confusão de anexa território, troca de nome, anexa mais território, desanexa território, muda de comarca, troca de Estado, passa ser de Mato Grosso e mais um monte de informação que não fará a menor diferença na sua viagem, finalmente em 1977 passa a ser de Mato Grosso do Sul com o nome de Bonito mesmo e vamos ao que interessa.

A economia da cidade gira basicamente entorno do turismo, fica a oeste de Mato Grosso do Sul, na Serra da Bodoquena a 315 metros acima do nível do mar e a região considerada turística envolve ainda as cidades de Jardim e Bodoquena.

O solo da região é rico em rocha calcárea e entre as rochas existem muitos espaços que formam grutas e cavernas. A água da chuva atravessa a rocha calcárea e leva sedimentos de minerais, principalmente bicarbonato de cálcio e bicarbonato de magnésio.

Daí as águas serem tão cristalinas. Alguns rios têm suas águas classificadas como as mais cristalinas do mundo, mas apesar da água ser limpa e extremamente pura não é recomendável o seu consumo, justamente pelo excesso de magnésio, você pode passar o restante do seu passeio no trono do hotel (se é que você me entende).

Mas essas duas informações você vai ouvir diversas vezes durante seus passeios em Bonito.

Leia também: Lençóis Maranhenses – Quando ir, o que fazer, como chegar

COMO CHEGAR EM BONITO.

Chegando em Bonito de avião:

A única empresa aérea que voa para Bonito é a Azul. O aeroporto fica a 15km da cidade e você pode chegar até a sua pousada de transfer contratado anteriormente ou taxi. Verifique com seu hotel ou pousada se inclui transfer gratuito para o aeroporto de Bonito.

Indo de Avião chegando em Campo Grande: (capital do Mato Grosso do Sul)

As três grandes companhias aéreas e mais algumas regionais voam para o aeroporto de Campo Grande (CGR). De lá você pode alugar um carro e encarar 300km de estrada até o centro de Bonito. Essa foi a minha opção nas duas vezes que fui a Bonito.

Chegando de avião em Campo Grande e indo de ônibus para Bonito:

Aeroporto e rodoviária ficam a 12km de distância e os ônibus para Bonito são pela empresa Cruzeiro do Sul com três frequências diárias. Valor da passagem, aproximadamente R$70. Site da companhia: https://www.cruzeirodosultransportes.com.br/

De carro distâncias:

  • Cuiabá – MT = 1.017Km
  • Brasília – DF = 1.351Km
  • Cascavel – PR = 684km
  • Foz do Iguaçu – PR = 826km
  • Londrina – PR = 793km
  • Maringá – PR = 696km
  • Goiânia – GO = 1.149km
  • Presidente Prudente – SP = 634km
  • Pedro Juan Caballero (Paraguai) = 274km

OBS 1: A melhor forma de chegar em Bonito envolve o tempo que você vai levar nas conexões para ir para Campo Grande ou diretamente para Bonito, envolve os preços das passagens aéreas para cada um dos destinos, assim como o custo de combustível caso você opte em ir por Campo Grande e alugar um carro.

OBS 2: Da primeira vez que eu fui a Bonito, por Campo Grande, foi muito mais barato que ir direto a Bonito de avião. Da segunda vez, seria mais vantagem ir direto para Bonito e alugar o carro lá, mas quando eu decidi comprar as passagens, os preços tinham subido bastante e como éramos duas pessoas, novamente foi mais vantagem ir para Campo Grande.

O QUE FAZER EM BONITO.

Aqui eu serei bem direto: Se você não gosta de Natureza, não vá para Bonito!!!!

A cidade fica deserta durante o dia, com quase todo o comércio fechado, exceto restaurantes, porque quase todas as pessoas(turistas) estão no meio do mato, dentro de uma caverna, flutuando em um rio, em cima de um cavalo, em uma cachoeira, fazendo um rapel, trilha, tirolesa, mergulho ou remando.

Bonito é ecoturismo, é turismo de aventura. Entendido?

De todos os lugares que eu já visitei no Brasil, Bonito é disparado o mais organizado, os preços de todos os passeios são tabelados, todas as atrações têm hora marcada e o sistema é todo integrado, agências, secretaria de turismo e locais dos passeios.

A lista do que fazer em Bonito é imensa, mas eu vou citar todos os passeios que eu fiz nas duas visitas e mais alguns que podem agradar a algumas pessoas.

Leia também: O Jeito de ser carioca

FAZENDA RIO DO PEIXE:

Esse para mim é um dos passeios mais divertidos de Bonito. Na verdade, ele fica a 35km do centro da cidade e você pode ir de carro alugado ou transfer da agência, pago à parte. É um passeio de um dia inteiro.

Você é recebido pelos funcionários da fazenda de manhã com cafezinho e canjica como cortesia. Tem uma lojinha que vende bebidas e lanches também. As duas vezes que fui à Fazenda Rio do Peixe tive a sorte de ter como guia o Rodrigo, que é simplesmente sensacional, atencioso, seguro e muito engraçado.

Na parte da manhã se faz uma trilha, quase toda de madeira, é bem tranquila. Fiz com minha mãe de 68 anos, um mês após uma cirurgia nos olhos. Ou seja, com preparo físico moderado é mole de encarar.

Passa por várias cachoeiras, mas os banhos, a tirolesa e o trampolim são só na volta da trilha. No final da ida tem uma cachoeira fantástica com um deck a 5m de altura. Dá um pouco de medo, mas depois do primeiro salto você quer ir várias vezes. Para sair você passa por um túnel de pedras, o que aumenta a emoção do passeio.

Na hora do almoço, o grupo retorna à sede da fazenda onde o almoço já está servido. É uma variedade de uns 30 tipos de saladas, uns 20 pratos quentes, com opções vegetarianas e mais um buffet de sobremesas com quase 20 tipos de doces diferentes, leite, pimenta, abóbora, coco, jaca, goiaba, carambola, mamão etc. Acompanhados com um queijinho Minas.

Depois do almoço, algum tempo de descanso, tem redário com wi-fi liberado, tem vários cachorrinhos simpáticos, mas o mais bacana é a amizade do Sr. Moacyr, dono da fazenda, com as araras.

Da primeira vez que eu fui, tinha uma arara azul no topo de uma árvore a uns 300m de distância, o Sr. Moacyr chamou e ela veio voando até ele. São mais de 20 anos de amizade.

Arara azul na Fazenda Rio do Peixe

Nessa hora pode-se tirar fotos com as araras azuis ou com as vermelhas. Vale muito a pena.

Chega de descanso. A segunda parte do passeio é para o outro lado da fazenda, mais trampolim, mais cachoeira e mais tirolesa. Avistamos um jacaré de papo amarelo próximo a um dos lagos, mas nada que oferecesse perigo.

Confesso que as duas vezes que fiz esse passeio, a parte da tarde o grupo já fica bem mais desanimado, pelo cansaço e pelo almoço farto que dá uma lombeira danada.

No retorno à sede e final do passeio, ainda tem alimentação dos macacos dando bananas para eles.

É um passeio para adultos, idosos e crianças. É um dia para ficar guardado para sempre na memória.

RIO SUCURI (Flutuação)

A fazenda onde fica o receptivo para o início desse passeio fica a 19km de distância do centro de Bonito.

Assim como os demais passeios na região, é com horário marcado e recomenda-se sempre chegar com meia hora de antecedência.

Esse passeio não tem almoço incluído, até mesmo porque é um passeio mais curto, mas existe a opção de almoçar lá, no mesmo esquema de buffet de outros lugares.

Leia também: Chapada dos Veadeiros – Tudo para a sua viagem

Ao chegar o horário do seu grupo, um guia se apresenta, te dá a roupa de Neoprene (aquelas roupas de surfista), um colete salva-vidas, uma máscara e um snorkel. Após todos se vestirem, ele acompanha o grupo até uma piscina para fazer a ambientação e dar as primeiras instruções.

Acredite a água da piscina é muito mais fria que a do rio!

Após todos instruídos e devidamente vestidos, seguem em um caminhãozinho até o início da trilha que levará à nascente do Rio Sucuri. Não pode passar protetor solar, nem repelente para não contaminar a puríssima água da nascente.

Flutuação Rio Sucuri

Após uma trilha bem leve de 400m, chega-se ao ponto de início da flutuação. A partir dali é se lançar na água e seguir as instruções do guia. Não é preciso saber nadar, pois a roupa e o colete servem justamente para que seu corpo flutue.

Duas das regras são: movimente só os braços (não bata os pés) e não encoste o pé no fundo do rio.

O que se vê durante a flutuação, não tem foto ou vídeo que possam reproduzir. É simplesmente lindo, o festival de cores e peixes dançando em volta de você.

PARQUE ECOLÓGICO RIO FORMOSO

O Parque Ecológico Rio Formoso fica a apenas 7km do centro de Bonito e é um balneário que você pode passar o dia e fazer seus dois principais passeios que são a cavalgada e o boia-cross.

Esses passeios são independentes e tem valores individuais para cada um deles. Você pode optar por fazer os dois ou somente um, mas a área da sede da fazenda do balneário, que inclui um lago com tirolesa, caiaque e stand-up paddle são gratuitas se você tiver contratado algum dos passeios.

Também conta com restaurante com buffet a preço fixo, pago a parte.

Da primeira vez que fui a Bonito eu contratei o passeio de boia-cross, mas devido ao alto fluxo de chuvas, o rio estava muito cheio e foi interditado no dia que faria o passeio, daí eu troquei pela cavalgada.

Leia Também: O que é um programa de fidelidade

A cavalgada é super de boa, por dentro da fazenda, um guia te dá as principais orientações de segurança e condução dos cavalos. Quase todos os cavalos e éguas são mansos e fáceis de conduzir.

O guia vai explicando sobre a paisagem, vegetação, fauna, mostra o rio e o local onde seria o boia-cross. Confesso que não é dos meus passeios favoritos, ficar sacolejando em cima de um cavalo, mas é gosto pessoal. Mas valeu a pena.

Recomendo que se você fizer esse passeio vá de calça jeans, meias e tênis ou bota. É uma forma de diminuir a possibilidade de ser picado por carrapato.

Eu fui picado por carrapato e só percebi mais de 24h depois. Quando retornei ao Rio, tive sintomas 10 dias depois que se assemelhavam à febre maculosa (doença transmitida por carrapato, que é muito rara, porém muito letal). Fiquei 7 dias internado com uma infecção renal, mas depois do exame ter sido repetido 3x, inclusive pela Fiocruz, foi só mesmo infecção renal, sem nenhuma relação com o carrapato ou febre maculosa.

Ao término do passeio a cavalo, como podia usar o lago e as diversões que tinham por lá, remei um pouco de stand-up padlle e caiaque. A tirolesa no dia que eu fui estava interditada, não lembro o motivo.

Leia também: Qual o melhor programa de fidelidade de companhia aérea

ABISMO ANHUMAS

É o passeio mais caro, mais restrito e exclusivo de Bonito. Somente 16 pessoas por dia têm esse privilégio (8 de manhã e 8 à tarde).

É também uma das paisagens mais espetaculares de bonito.

O Abismo Anhumas fica a 23km do centro da cidade e é uma gruta com 72m de altura, equivalente a um prédio de 24 andares onde você desce com auxílio de um rapel até chegar à lâmina d’água, que é de um azul impressionante.

Já na água, que é bem mais fria (18 graus) que a das demais flutuações em nascentes você pode observar estalactites e estalagmites impressionantes. Não se preocupe em saber nadar, você receberá a roupa de Neoprene e o colete salva-vidas para fazer tranquilamente a flutuação.

Neste passeio existe a opção de fazer também mergulho com cilindro, mas nesse caso o preço é ainda maior e, creio eu, haja necessidade de certificação de mergulho. Informe-se melhor na agência.

Embora as fotos sejam deslumbrantes e tentadoras, eu optei por não fazer esse passeio pois tenho pavor de altura e achei o preço salgado.

Abismo Anhumas – Foto divulgação Bonitour

GRUTA DO LAGO AZUL

Esse é um dos passeios mais basicões de Bonito. Não por ser sem graça, mas porque é um dos principais cartões postais da região, um dos mais famosos e um dos mais baratos, portanto é de ida, quase que obrigatória.

A Gruta do Lago Azul fica a 21km de Bonito e é uma fazenda com uma recepção bem bonita e organizada. Você estaciona o carro num amplo estacionamento, se apresenta, entrega seus vouchers e aguarda o guia chamar pelo nome ou pelo horário do seu passeio agendado.

Enquanto aguarda, você pode desfrutar de um cafezinho cortesia ou tirar fotos das araras vermelhas ou no letreiro colorido ao lado de fora. Se o dia estiver lindo, como da segunda vez que eu fui, não vai faltar ângulo bonito para você tirar foto enquanto aguarda.

O passeio começa com um vídeo explicando as instruções de segurança e como se deu através do tempo a formação geológica que originou a caverna e os demais acidentes geográficos da região.

Leia também: O que são salas Vip e como ter acesso a elas.

Depois das instruções e todos devidamente equipados com capacetes, o passeio começa por uma daquelas trilhas suspensas feitas com cabos de aço, cordas e madeiras. Balança um pouco, mas nada demais.

A trilha depois segue em terra firma até chegarmos na entrada da caverna em si. Nessa hora, o guia nos dá uma lanterna para podermos observar melhor as formações rochosas dentro da caverna.

Daí em diante é uma escadaria entre as rochas até o espelho d’água, que é simplesmente lindo. As fotos não reproduzem tamanha beleza (pelo menos não as não profissionais).

O que ocorre é que a beleza da água e a intensidade do azul vão depender exclusivamente da incidência da luz externa. E isso pode variar de acordo com o tempo, chuva, nublado, sol, céu azul, hora do dia, e, claro, época do ano, pois a incidência solar e os horários variam de acordo com os movimentos e inclinação da terra em cada período.

Portanto acho inútil criar uma tabela de horários e épocas do ano em que a incidência da luz é maior no espelho d’água.

Simplesmente vá quando você puder ir e conte com a sorte.

Good luck!!!

Gruta do Lago Azul – Foto divulgação Bonitour

GRUTAS DE SÃO MATEUS

É um dos passeios mais próximos da cidade, a apenas 4km e um dos mais baratos também.

O receptivo desse passeio é um casarão antigo com um gramado em volta que rende boas fotos, no entanto, eu só fui às Grutas de São Mateus na minha primeira vez em Bonito e só tenho fotos com a ex, melhor deixar quieto. Mas se você for e tirar fotos bacanas lá, lembre-se de mim e me marca lá no Instagram @perviamo…risos

No primeiro andar tem um museu com carros, instrumentos e maquinários agrícolas, máquinas de escrever e outros objetos que não se usam mais e que são bacanas de recordar ou conhecer, sobretudo de explicar para crianças.

Já no segundo andar tem uma exposição de animais empalhados. São animais da fauna da região, passando por pequenos roedores, aves até mesmo felinos como gato-do-mato, onça e um dos animais símbolos da região, o tamanduá.

Sendo assim, mais uma oportunidade de entretenimento e conhecimento para os pequenos.

A trilha começa depois das instruções e entrega dos equipamentos de segurança. É inicialmente suspensa, mas é relativamente curta até chegar nas bordas da montanha, onde continua a trilha até uma das entradas da caverna.

Sim, esta caverna tem duas entradas, portanto além de ser bem ventilada, você não sairá pelo mesmo lugar que entrou. Logo, os supersticiosos batam na madeira três vezes…kkkk

Dentro da caverna tem iluminação artificial e você ainda dispõe de lanternas para observar melhor as formações de estalactites e estalagmites.

A circulação de ar dentro da caverna é excelente, o que ajuda bastante para quem tem problemas com lugares fechados, no entanto é bom salientar que algumas passagens são bem estreitas, então se você tem pavor de lugares apertados ou está muito acima do peso, consulte antes de optar por fazer esse passeio.

Como disse anteriormente, a gente sai por outra entrada da caverna, ou saída, se assim preferirem (risos), caminhamos de volta até o receptivo e tchau e benção. Próximo!!!!

TRILHA BOAIDEIRA – QUADRICICLO

Nesse passeio que fica a 3km da cidade de Bonito você chega ao receptivo no horário marcado, recebe instruções e equipamento de segurança, instruções de como conduzir o quadriciclo, acelerador, freios, velocidade etc. Mas preste atenção à principal delas, manter uma distância de segurança do quadriciclo que vai à sua frente, pois em caso de batidas, você precisará arcar ($$$) com os prejuízos.

Depois disso todos vão à área onde ficam os quadriciclos e tem alguns momentos para testarem o equipamento, de acordo com as instruções passadas.

Logo após, o guia começa o passeio e outro guia vai indicando a saída de cada um dos participantes. Quando eu fui estava chovendo e a trilha tinha muita lama e poças d’água, o que de certa forma, aumentou a emoção do passeio.

Caso queira acelerar um pouco mais, deixe que o condutor a sua frente se distancie para você se divertir e aumentar a adrenalina.

O terreno é bem acidentado e garante uma boa diversão.

Trilha Boiadeira

RIO DA PRATA – FLUTUAÇÃO

Um dos motivos de viajar pela segunda vez para Bonito foi justamente o Rio da Prata, porque da primeira vez o meu passeio foi cancelado.

Mentira, eu voltei a Bonito porque eu adorei tudo, de verdade, mas da primeira vez que eu fui, eu passei 6 dias na cidade e 5 choveram, mas especialmente no dia que seria o passeio do Rio  da  Prata o  mundo desabou e o passeio precisou ser cancelado em cima da hora.

Flutuação no Rio da Prata

A fazenda onde fica o Rio da Prata é imensa, tem uma infraestrutura espetacular e os guias são muito profissionais. As regras de segurança são as mais rígidas, principalmente para pessoas com problemas de saúde diversos (informe-se na agência).

O Rio da Prata Recanto Ecológico fica na cidade de Jardim a 50km de Bonito e além da flutuação oferece outras atividades, como cavalgadas, observação de aves e mergulho com cilindro.

Essa é a flutuação mais longa, em todos os sentidos. O transporte anda bastante por dentro da fazenda até o local de desembarque, depois são 2km de trilha no meio da mata, onde o guia vai explicando sobre as espécies de árvores, flores e animais que vivem naquela região, e, a flutuação em si também é a mais longa e se divide em duas etapas.

Ao final da trilha, se chega ao deck onde fica a nascente do Rio Olhos D’água, repete-se as instruções de segurança e um a um vai entrando na água e dando uma volta completa na “bacia”, uma área redonda onde e possível ver diversos buracos, imensos, que são as nascentes do rio, é sensacional.

Por mais que você se esforce para mergulhar e chegar mais próximo de onde “brota” a água, a força da nascente te empurra para cima, sem contar que você está com um colete salva-vidas.

Ali você vai ver também diversas espécies de peixes, que estamos acostumados a ver aprisionados em aquários nas cidades, como por exemplo o Matogrossinho.

Os dois primeiros quilômetros da flutuação são pelo rio Olhos D’água, com água transparente, e assim como no Rio Sucuri não pode bater as pernas e pés, somente fazer movimento de braço e não encostar no chão do rio. Alguns trechos são tão rasos que é quase impossível. Mas em nome da preservação da natureza, a gente se esforça.

Em uma correnteza bem leve, que vai te levando aos poucos você verá a variedade da fauna e flora subaquática, que é linda, mas um peixe específico você vai enjoar de tanto ver nos rios de Bonito, é a Piraputanga.

Ao final do rio Olhos D’água, há uma curva para a direita onde você começa a flutuar pelo Rio da Prata. É incrível como a cor e a temperatura da água mudam, fica bem mais escura e gelada. Daí já não dá para ver muita coisa sob a água.

Aqui você já pode bater os pés e acelerar o processo para chegar ao final do passeio ou simplesmente virar de costas e deixar a correnteza do rio (mais forte) te levar.

Novamente um carro de apoio busca o grupo e leva de volta para a sede da fazenda onde um almoço delicioso espera por você. Com certeza você vai chegar com muita fome e se deliciar com pratos típicos e as sobremesas.

Destaque para o doce de leite, fantástico. De tão bom, minha mãe comprou uns 5 vidros. Ai meu Deus, o excesso de peso na bagagem…risos

Depois do almoço você pode não fazer nada e descansar num redário delicioso ao lado da sede, na sombra das árvores. Com wi-fi, é claro.

Eu aproveitei para conhecer uma vaca e um boi que estavam num cercado próximo e trocar uma ideia com a veterinária que estava cuidando deles.

A vaca se chamava Bárbara e era tão mansa que chegava próximo da cerca para a gente fazer carinho. Eu dava um passo para a frente, ela vinha junto e se chegava novamente, tipo gato…risos.

Eu fiz um vídeo. Vou encontrar e publicar nos destaques dos stories no Instagram.

Além desses passeios e atrações que eu sugeri, Bonito tem uma infinidade de outros que podem agradar todas as idades, bolsos, capacidade de locomoção e gostos.

Tem balneários, rafting, cavalgadas, boia-cross, passeios ao Pantanal, caiaque, contemplação de araras, cachoeiras, arvorismo, rapel, praias fluviais, Projeto Jiboia, aquário, ciclismo, entre outros.

Cavalgada no Rio da Prata – Daniel de Granville

Pesquise antes, para você já ter uma ideia do que você pretende fazer, mas informe-se melhor nas agências de turismo. Tem agências espalhadas pela cidade inteira, algumas inclusive dentro dos hotéis.

IMPORTANTE AGÊNCIAS

Os preços de todas as atrações são tabelados, portanto não faz diferença em qual agência você vai fazer seus passeios, o que diferencia uma agência da outra, naturalmente é o atendimento e a boa vontade que os funcionários têm em passar as informações

Da primeira vez que eu fui, eu contratei somente um passeio em uma agência da qual não lembro o nome, mas a atendente tinha tanta má vontade em explicar os passeios, que só contratei esse passeio pois já era para algumas horas depois.

Quando retornei, com calma, busquei outra agência e encontrei a Bonitour. Lá sim, fui muito bem atendido, tive todas as dúvidas sanadas por uma funcionária extremamente simpática e solícita e contratei todos os demais passeios com eles.

Uma vantagem de você contratar todos os passeios em uma mesma agência é que você poderá parcelar no cartão de crédito, e, dependendo do número de passeios e quantidade de pessoas você pode até chorar um descontinho.

Da segunda vez que estive em Bonito, nem me dei ao trabalho, fui direto na Bonitour e de cara já decidi todas as atrações que faríamos por lá.  

Expliquei ao rapaz que nos atendeu, que minha mãe um mês antes tinha feito uma cirurgia nos olhos e que ela gozava de excelente saúde, só não poderia fazer passeios que fizesse pressão nos olhos. Ele nos orientou detalhadamente sobre cada passeio, e nossos quatro dias em Bonito foram maravilhosos e minha “véia” adorou.

A Bonitour fica em dois endereços, uma na rua principal e a outra em uma pousada que não lembro o nome, mas cada vez que aparece o nome deles aqui no texto é um link para o site da agência. Só clicar!!!

ONDE SE HOSPEDAR EM BONITO

Bonito tem opções de hospedagem para todos os bolsos, gostos e exigências de conforto. Vou citar os dois hotéis que eu fiquei e dar mais algumas opções por lá:

Lucca Hotel

Hotel onde eu fiquei a primeira vez em 2017. Fica próximo ao centro da cidade, dá para ir a pé. Não tinha estacionamento, o carro dormia na rua, em frente ao hotel. O hotel é grande e bonito por fora, mas nenhum luxo por dentro. O café da manhã era de razoável para bom e o staff não era dos mais atenciosos. O wi-fi funcionava razoavelmente bem nos quartos. Tinha uma piscina pequena, mas como o tempo estava chuvoso nem cogitamos usar.

Candeias Pousada Guarani

O hotel que eu fiquei a segunda vez fica um pouco distante da cidade. Se você não estiver de carro, vai precisar chamar um taxi sempre que precisar ir e voltar do centro da cidade.

O hotel tem uma infraestrutura que impressiona, é grande, com estacionamento, uma piscina imensa e outra menor para crianças. Tem área para confraternizações com diversas churrasqueiras, mesas e pias. Tem salão de jogos e o staff é muito atencioso.

O café da manhã é bom e os quartos são simples, porém confortáveis. Embora grande o wi-fi funcionava bem no quarto.

Zagaia Eco Resort

Um dos mais luxuosos da cidade

Wetiga Hotel

Um dos mais confortáveis da cidade. Fica na rua principal

Hotel da Praça

O mais próximo do centro

ONDE COMER EM BONITO

Aqui novamente vou repetir o mantra, tem restaurantes, bares, barracas de rua para todos os bolsos, paladares e gostos.

Casa do João

Um dos restaurantes mais famosos de Bonito, está em quinto lugar no Trip Advisor. O ambiente é lindo, muto bem decorado, atendimento é espetacular, mas a comida (pelo menos o prato que eu pedi) achei apenas mediana. Mas vale muito a pena conhecer.

Juanita

Disparado o melhor da cidade. É o número 1 no Trip Advisor. Jantei no restaurante três vezes, duas na minha primeira viagem a Bonito e uma na segunda.

O restaurante é simples, tem uma varanda bem charmosa e estacionamento para clientes. Durante o almoço e jantar tem um músico tocando harpa, o atendimento é muito bom, mas o espetáculo mesmo fica por conta do pacu na brasa, carne macia, deliciosa, sem espinha e muito bem temperada. Os acompanhamentos são normais, a estrela é mesmo o peixe.

Pacu na Brasa do Juanita

Turquesa

Que grata e agradabilíssima surpresa ter conhecido o Turquesa na minha segunda viagem a Bonito. A garçonete Duda que nos atendeu é uma simpatia. Os donos João e Ericka que também são os chefs, são tão gente boa e colocam tanto amor ao que fazem que o resultado só poderia ser um: UMA COMIDA SIMPLESMENTE DELICIOSA.

O restaurante coloca no bolso muitos outros árabes estrelados das grandes cidades. Experimentamos a coxinha de batata doce, quibe frito com coalhada seca, quibe cru e outras especialidades que não recordo. Tudo muito fresco e bem temperado. Bebi um chá de hortelã delicioso também.

Os preços então, são muito convidativos.

O ambiente simples, o atendimento informal e pessoal, a opção de sentar-se na calçada fazem você se sentir em casa no Turquesa.

O Instagram do Turquesa é esse aqui: turquesabonito. Delicie-se nas fotos e vá visitá-lo quando for à Bonito.

Alguns dos pratos servidos no Turquesa

Sabor na Brasa:

Da primeira vez que estive em Bonito, nesse local funcionava uma loja de móveis, decoração e ateliê. Já da segunda vez estava instalado o restaurante Sabor na Brasa que à época figurava como o número 1 no Trip Advisor. Fui conhecê-lo, atendimento impecável, ambiente arejado e comida boa. Hoje é o terceiro no Trip Advisor.

Humaitá

Da primeira vez que estive em Bonito esse restaurante ficava no centro da cidade, agora se mudou para uma área rural, mas a comida é excelente, gosto de comida caseira, os pratos são bem servidos e o preço é super em conta.  É o número 57 no Trip Advisor.

DINHEIRO x CARTÃO (Bancos e caixas eletrônicos)

Assim como na maior parte do país, quase todos os estabelecimentos e barracas de rua aceitam cartões de crédito e débito e as agências que fazem os passeios também. Portanto você quase não vai precisar usar dinheiro em espécie na cidade.

A cidade tem agências bancárias da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Bradesco (na rua principal, bem no centro) e alguns caixas eletrônicos da rede 24 horas.

COMO SE LOCOMOVER EM BONITO

Para seu maior conforto nos deslocamentos, eu aconselho alugar um carro, principalmente se você viajar com pelo menos mais uma pessoa. O custo da divisão do aluguel, mais a gasolina vai sair muito menor que pegar taxis e pagar transfer de agências para todos os passeios.

Caso você não dirija ou não queira alugar um carro, a cidade tem taxis e você vai precisar saber o valor por pessoa para cada um dos passeios que fizer para as atrações de Bonito.

Veja também acima, como chegar em Bonito.

QUANDO IR PARA BONITO? MELHOR ÉPOCA

Bonito tem atrações que funcionam o ano todo. O verão é quente, úmido e abafado e com maior índice pluviométrico (mais chuvas), mas o inverno, que tem bem menos chuva a temperatura não cai tanto a ponto de inviabilizar os passeios.

Sendo assim, a melhor época para se fazer turismo em Bonito é do final de abril ao início de setembro.

As temperaturas nessa época oscilam entre 14° e 27°c, entretanto se você quer diminuir a probabilidade de pegar chuva, os meses mais secos são julho e agosto.

IMPORTANTE: A cidade de Bonito tem duas tabelas de preço para os passeios, uma para a baixa temporada e outra para a alta.

Alta temporada: dezembro, janeiro, julho e feriados nacionais.

Baixa Temporada: As demais datas e períodos não citados acima

COMO SE VESTIR/ O QUE LEVAR

Bonito é uma cidade de ecoturismo e boa parte dos passeios você precisa se molhar, portanto a primeira recomendação é: leve biquinis, maiôs, shorts ou sungas de banho.

Para a noite, Bonito tem restaurantes simples e elegantes, mas por se tratar de uma cidade de férias, informal e quente não recomendo maiores preocupações com vestidos elegantes, blazer etc. A não ser que você esteja comemorando algo de especial e queira se vestir de forma apropriada para sair bem na foto… risos

Para homens: sungas de praia ou shorts, bermudas, camisetas, regatas e tênis esportivo de tela com solado antiderrapante e agasalho esportivo para o dia. Bermudas, calças, camisetas, polos, camisa de manga longa e um cardigan ou suéter leves para a noite.

Para mulheres: biquinis, maiôs ou qualquer outro traje de banho de sua preferência, shorts, bermudas, camisetas, tênis esportivo de tela com solado antiderrapante e um agasalho esportivo para o dia. Já para a noite sugiro um vestido de alcinha, um vestido longo casual, calças jeans, camisetas, e uma jaqueta leve de sarja.

LEMBRE-SE TAMBÉM:

  • Protetor solar
  • Repelente
  • Traje de banho
  • Boné ou chapéu
  • Remédios de uso regular
  • Remédios para pequenas emergências
  • Chinelos de borracha
  • Beba bastante água
  • Muito espírito de aventura

IMPORTANTE: Leve um bom condicionador de cabelo. A água tem muito magnésio e cálcio e o cabelo fica duro!!!!

COMPRAS – O QUE COMPRAR EM BONITO

Bonito tem bastantes supermercados, de todos os tamanhos possíveis, portanto água, lanches, frutas e outros itens você não terá muitos problemas em encontrar.

Na rua principal tem muiiiiitas lojas de artesanato, camisetas e todas aquelas quinquilharias que a gente gosta de comprar em viagens. Seja para dar de lembrança para as pessoas ou para ficar juntando poeira em casa.

Na rua principal também tem Boticário, Chilli Beans, e mais lojas de camisetas, artesanato e quinquilharias.

REMÉDIOS / HOSPITAIS / SEGURO

Como dito acima, no seu checklist de viagem é sempre bom lembrar de levar seus remédios de uso regular e não custa incluir na necessaire um analgésico, um band-aid, uma loção de calamina (para picadas de insetos, queimadura solar, urticária, alergia a plantas), um talco para os pés e pomada de assadura.

Mas caso você esqueça e precise de qualquer um desses itens, existem muitas farmácias em Bonito para te salvar.

Na cidade só existe o Hospital Darcy João Bigaton, que é particular, mas atende pelo SUS, dessa forma, caso você não tenha plano de saúde, não precisa ter maiores preocupações com seguro viagem.

INTERNET/ TELEFONE/ COMUNICAÇÃO

Segundo os dados das operadoras de telefonia celular, funcionam em Bonito a Oi, Tim, Nextel, Vivo e Claro.

Quanto ao 3G/4G só posso responder por mim. Em 2017 o meu telefone era Nextel e só funcionava a telefonia. Já em 2019 meu telefone era Oi e aconteceu a mesma coisa, nada de internet, somente usando os sinais de Wi-fi do hotel, dos restaurantes e dos receptivos dos passeios.

A cidade conta com uma internet pública liberada que funciona muito bem, só que não. Quem conseguir se conectar e fazer alguma coisa, volta aqui no blog e me conta…risos

SEGURANÇA EM BONITO

Curioso que não vi um patrulhamento ostensivo em Bonito, seja da Guarda Municipal ou da Polícia Militar, mesmo assim sempre me senti muito seguro por todas as ruas e horários que andei pela cidade.

Claro que estamos no Brasil e é sempre bom ficar atento com caixas eletrônicos, ao entrar e sair do carro e manter as janelas nos hotéis fechadas

DICAS E CURIOSODADES

  • Na flutuação do Rio Sucuri você visualiza muitas ossadas de bois no fundo do rio. O mais provável é que esses animais tenham morrido afogados em inundações e não mortos por sucuris como o nome do rio pode sugerir.
  • Aliás, o Rio Sucuri tem esse nome não por ter cobras dessa espécie na região, mas porque ele visto de cima, faz lembrar o formato de uma cobra sucuri.
  • A roupa de Neoprene usada nas flutuações além de auxiliar (junto com o colete) a você flutuar serve para diminuir a troca de temperatura do seu corpo com a água, ou seja, ajuda a manter a temperatura do seu corpo e não sentir tanto frio.
  • Não pode fazer xixi na roupa de Neoprene, nem só por causa da contaminação da água puríssima do rio, mas pelo fato de que ela vai ficar retida na própria roupa e você vai passar vergonha quando tirar e exalar o cheiro.
  • Na cidade em novembro ocorre um festival culinário chamado “Cata Guavira”, que é uma fruta típica da região e uma expressão muito usada pelos locais em época que guavira. “Vamos catar guavira”. O evento conta com a participação de chefs de cozinha renomados, conta com atrações musicais e muitos pratos doces e salgados, onde a estrela principal é a frutinha do cerrado.
  • Em julho ocorre também a FLIB que é a Feira Literária de Bonito.
  • Casa de Vidro – Funciona em uma casa/ateliê/fábrica/loja onde se reciclam quase tudo que seja de vidro, transformando em utensílios domésticos, decoração e arte. Recomendo que você vá conhecer a Casa de Vidro no seu último dia de Bonito, assim você vai juntando tudo o que você consumir em embalagem de vidro e no final vai lá, faz uma doação e se gostar de alguma coisa, já compra uma lembrancinha.

TELEFONES ÚTEIS

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

SAMU: 192

Polícia Rodoviária Federal: 191

Guarda Municipal de Bonito: (67) 3255-2107

Hospital Darcy João Bigaton: (67)3255-3455

Esse é o post completão de Bonito. Ainda ficou com alguma dúvida? Pergunta aqui embaixo na caixa de comentários.

Falei alguma besteira? Tem alguma informação desatualizada? Avisa aí embaixo também.

Ah, e se você gostou e eu te ajudei na sua viagem, volta aqui e dá um oi.

Abraços.

Jason Brum

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.