25 motivos para se orgulhar de ser brasileiro

0 81

- Advertisement -

Nesse momento de isolamento pela Covid-19 que está todo mundo meio ferrado mesmo, mais aumenta a nossa “síndrome de vira-latas” de sempre falar mal do Brasil e só enxergar defeitos no nosso país

Então resolvi criar essa lista bem humorada para mostrar como somos bons em muitas coisas e temos muitos motivos para nos orgulhar.

Eu já viajei para alguns países em quatro continentes e já rodei por muitos aeroportos pelo mundo observando hábitos e costumes de outros povos, portanto afirmo categoricamente que somos os melhores nessa lista abaixo (ou estamos entre os melhores).

LEIA TAMBÉM: Como ficarão as viagens pós pandemia do Coronavírus

1 – O Café Brasileiro

Você já bebeu os cafés no Canadá e nos EUA? Da primeira vez que eu fui aos Estados Unidos, eu descobri porque nos filmes as pessoas passam o dia inteiro com um copo de café na mão. É um balde de café ralo e sem graça.

Sei que muitos vão dizer que a Colômbia, a Etiópia, o Panamá também produzem bons cafés, mas estou dizendo que o jeito brasileiro de fazer café, para mim é o melhor.

Que me perdoem os baristas, especialistas em café ou os adoradores de expresso, mas café brasileiro coado, feito em casa é o melhor do mundo.

Café coado, o melhor que existe.

LEIA TAMBÉM → Toronto – Tudo o que você precisa saber para a sua viagem

2 – As Praias do Brasil

Aqui novamente temos muitos concorrentes à altura, Austrália, Nova Zelândia, Itália, Grécia, Estados Unidos, todos os países do Caribe, Filipinas, Maldivas, Indonésia.

Mas que país, sem ser ilha tem um litoral tão extenso e que pode ser aproveitado quase o ano inteiro? E também com praias maravilhosas e que estão entre as mais belas do mundo, como:

  • Sancho e Porcos em Fernando de Noronha,
  • Praia dos Carneiros em Tamandaré,
  • Praia do Forno em Arraial do Cabo,
  • Prainha e Grumari no Rio de Janeiro,
  • Aventureiro na Ilha Grande,
  • Itacoatiara em Niterói,
  • Pipa em Natal,
  • Taipu de Fora na Península de Maraú
  • Maragogi.

Faltou alguma?

Fernando de Noronha

Imagem de cassiodiniz por Pixabay

3 – A mulher brasileira

A Venezuela e a Colômbia têm fama de terem muitas mulheres bonitas. Às vezes surgem umas listas com fotos só de mulher loura linda de olhos azuis dos países escandinavos.

Os países do leste europeu também gozam de boa reputação no quesito beleza feminina. Mas cada um desses países tem uma beleza muito padronizada.

No Brasil, a miscigenação de índios, portugueses, negros, italianos, alemães, japoneses faz com que a mulher brasileira seja linda, loura, negra, mulata, morena, branca, asiática, com diversos tipos e cores de cabelos e olhos.

A mulher brasileira é vaidosa, é cheirosa e poderosa. Para mim, não tem país no mundo com tantas mulheres lindas como no Brasil.

4 – Calor Humano

O brasileiro abraça, o brasileiro beija uma pessoa que acabou de conhecer, o brasileiro conversa com desconhecidos. Nós brasileiros, somos um povo solidário, ajudamos o próximo em catástrofes, dividimos o pouco que temos para que não falte ao outro.

5 – Criatividade

O brasileiro é criativo. Eu duvido que exista qualquer outro país que fabrique tantos memes como aqui no Brasil. O brasileiro é criativo e satírico quando vai para o protesto, é criativo e irreverente quando cria fantasias de carnaval, é criativo para se virar quando fica desempregado e gerar uma renda honestamente.

6 – A comida brasileira

Esse quesito é covardia! Sei que existem pratos maravilhosos na cozinha do mundo inteiro, exceto na Inglaterra que tem fama de ser um país com pouca criatividade gastronômica…risos.

Mas a nossa gastronomia é simplesmente fantástica e rica. Rica em sabores, cores, aromas, temperos, texturas e em variedades.

Feijoada, o prato brasileiro mais famoso no exterior.

Arroz com feijão, feijoada, moqueca, churrasco, acarajé, arroz de cuxá, abará, vatapá, escondidinho, arrumadinho, rabada, angu à baiana, frango com pequi, bobó, feijoada de frutos do mar, caldeirada, vaca atolada, frango com quiabo, torresmo (velho, torresmo é muito bom), tutu, galinha ao molho pardo, feijão tropeiro, arroz de carreteiro, leitão a pururuca, pernil assado, costela na brasa, caruru, xinxim, sarapatel, beiju de tapioca (na Bahia em formato de pastel, no Maranhão enroladinho).

Deu até fome. Vou parar de escrever e preparar uma tapioca pra mim…risos.

Faltou alguma comida da sua região?

LEIA TAMBÉM – Bonito – MS – Guia completo para a sua viagem.

7 – A música brasileira

Outra área que o Brasil é destaque e tem grande respeito internacional é na música.

Vinícius de Moraes, Roberto Carlos, Seu Jorge, Marisa Monte, Tom Jobim, João Gilberto, Bebel Gilberto, Chico Buarque, Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, Caetano Veloso, Carmem Miranda, Sérgio Mendes, Gilberto Gil. Bandas como Viper e Sepultura também obtiveram muito sucesso no exterior.

Resolvi colocar as fotos dos menos conhecidos, pois o restante todo mundo sabe quem são.

Alguns mais contemporâneos e menos eruditos, porém muito populares por aqui tiveram seus momentos de fama no exterior como Anitta, Ivete Sangalo, Luan Santana, Gusttavo Lima, Michel Teló, Natiruts e Alexandre Pires. 

Em Portugal, por exemplo, país onde o idioma não é uma barreira, eu ouvi nas rádios muita música brasileira, inclusive Ludmilla.

Mas independentemente do sucesso e reconhecimento que esses e outros artistas tiveram no exterior, nossa música é extremamente rica e diversa.

9 – As frutas brasileiras

O Brasil, com seu imenso território, grandes áreas férteis, diversidades de altitudes, climas e biomas, é capaz de produzir uma variedade de frutas que nenhum outro país chega perto.

Banana, maçã, melão, melancia, manga, uva, abacaxi e laranja (Brasil é o maior produtor mundial) talvez sejam as frutas mais comerciais.

Temos também as frutas nativas, aquelas que já existiam em nosso território antes da chegada dos portugueses, como jabuticaba, caju, acerola, açaí, maracujá, goiaba, pitanga, guaraná, entre outras.

E ainda temos as frutas endêmicas, ou seja, aquelas que só são encontradas em terras brasileiras, a maioria pouco conhecida de boa parte das pessoas, como a seriguela, cagaita, abiu, guavira, bacuri, jenipapo, cambuci, mandacaru, cupuaçu (adoro o suco), buriti, cajá, pequi, guabiroba, camu-camu, pitomba, maná, uvaia entre outras centenas que são nativas ou exclusivas do Brasil

9 – Festas

Taí um povo que gosta de festa é o povo brasileiro. 

Nós fazemos festa para tudo. 

Descobriu que tá grávida, faz festa, vai saber o sexo do neném, faz festa, precisa juntar fraldas e creme para assadura, faz festa. O bebê nasce faz festa de mês em mês. Quando completa 1 ano, a festa parece a posse do imperador romano.

Quando vai casar é a mesma rotina de festa, festa de noivado, chá de casamento, despedidas de solteiro(a), festa do casamento em si.

Os aniversários são comemorados com os amigos do trabalho, com os da igreja, com os da academia e com os mais chegados e a família. 

Fora as diversas festas espalhadas pelo país, festas religiosas, festas pagãs, aniversários de cidades, festas regionais, festas nacionais, festas pela colheita do morango, festa pela colheita da maçã, do figo, festa do vinho, festa da cerveja, festa pelo título do clube do coração.

Enfim, tudo no Brasil acaba em samba, ops, festa!!!

Festa junina de Campina Grande

10 – Cirurgia plástica

O Brasil é o país onde mais se faz cirurgias plásticas no mundo.

Isso não se deve somente ao fato do brasileiro ser em sua maioria um povo vaidoso, mas porque grandes médicos da cirurgia plástica brasileira, como Volney Pitombo, Ivo Pitanguy, Paulo Muller, Munir Cury, Felipe Massignan colocaram o país em posição de destaque no mundo. O que acaba atraindo também muitos pacientes de outros países, que vêm passar pelo procedimento cirúrgico no Brasil.

Em tempos de Real desvalorizado e Dólar e Euro valorizados, isso acaba sendo muito vantajoso para americanos e europeus.

11 – Futebol brasileiro

Ah, eu sei que estamos em 2020, mas ainda reverbera em nossas mentes o 7×1 contra Alemanha em pleno Mineirão.

Sei que também não ganhamos a Copa do Mundo da Rússia em 2018 e futebol sempre será um assunto polêmico. Mas só nós brasileiros somos tão críticos assim com o nosso futebol.

Se você viajar para qualquer país que não tenha rivalidade futebolística com o Brasil, você vai ver como eles veneram o nosso futebol e nos tratam como os melhores do mundo, sim.

Está no exterior e não tem assunto com seu interlocutor? Basta falar em Pelé, Romário, Ronaldo (fofômeno), Kaká, Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho (o que está preso no Paraguai).

Pronto, agora tem assunto para a noite inteira.

Seleção Brasileira penta campeão mundial no Japão em 2002.

12 – Diversidade cultural

No Brasil tinham os índios, chegaram os portugueses, trouxeram os africanos. 

Se instalaram em maior número italianos, alemães e japoneses. Em menor número também vieram franceses, holandeses e ucranianos. Em algumas épocas chegaram libaneses, árabes, turcos e recentemente sírios e haitianos.

Eu já viajei por quase todo o país e é incrível como tanta coisa muda de um estado para outro, de uma região para outra, tanto em tradições, costumes e comidas, como também em linguajar, arquitetura e religiosidade.

O Brasil é um país predominantemente cristão (seja católico ou protestante), mas até o catolicismo que foi o primeiro elo de integração entre todos os “Brasils” percebi diferenças entre o nordeste e o sul, principalmente na forma como lidam com a religião, na arquitetura das igrejas e nas crendices populares. 

13 – Rir de si próprio

Nós temos tantos problemas, falta de infraestrutura básica, corrupção, educação de má qualidade, desigualdade social, violência, hospitais deteriorados e às vezes nos parece que a única maneira de diminuir a nossa dor é fazer troça, piada, deboche, ironia, sátira com as nossas mazelas.

E nisso nós somos muito bons.

14 – Belezas naturais

Praias que eu já citei no item 2, Floresta Amazônica, Lençóis Maranhenses, Fernando de Noronha, São Miguel dos Milagres, região dos cânions de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, Chapada Diamantina, Monte Roraima, Pantanal, O Dedo de Deus na Serra dos Órgãos entre tantas outras.

Cataratas do Iguaçu

15 – Hábitos de higiene

Eu já rodei foi país e aeroporto e posso garantir, nós somos muito mais limpos que a maioria das pessoas de outras nacionalidades.

O brasileiro de uma forma geral tem uma preocupação bacana com sua higiene pessoal, está sempre com o cabelo lavado, unhas cortadas, roupas limpas, o que dão no geral um aspecto de limpeza.

Também a casa da maioria das pessoas está sempre limpa.

Quem nunca escutou a famosa frase “é de pobre, mas é limpinho”?

Sim, somos limpos e cheirosos.

16 – Conviver com as diferenças

Excetuando-se alguns casos isolados, no geral o brasileiro não é preconceituoso. Convivemos bem com diferenças culturais, religiosas, de gênero, raça, opção sexual, nacionalidades e classes sociais.

17 – Trabalhador

Sim, somos um povo trabalhador, guerreiro, que acorda cedo, que dorme tarde, que pega transporte público ineficiente e apertado para garantir o sustento da família.

Somos um povo, que quando o emprego formal falta, dá um jeito na informalidade de continuar vivendo dignamente, faz bolo e doce pra fora, monta uma barraquinha de doce, açaí, pastel, começa a vender algum produto.

Pode até existir um ou outro encostado, ou aquele que escolheu o caminho do crime, mas no geral nós somos um povo que vai a luta.

Trabalhador informal

18 – Combate à AIDS

O Brasil foi um dos pioneiros no mundo a universalizar o tratamento gratuito dos pacientes com HIV, salvo em alguns casos pontuais quando falta algum remédio, o SUS disponibiliza tratamento médico, acompanhamento psicológico e distribuição de antirretrovirais para todos os pacientes que confirmaram positivo para o HIV.

A distribuição de preservativos também é farta e gratuita em diversos postos de saúde, clínicas da família e hospitais públicos pelo Brasil. Depois, se engravidar, não diz que foi Deus que mandou não…risos

Com o tratamento adequado o Brasil mais que dobra o tempo de sobrevida de pessoas com aids.

Segundo o Dr. Dráuzio Varella, o país tem uma dos melhores programas de HIV/Aids do mundo. Para ele, a política brasileira de distribuição gratuita de medicamentos revolucionou a resposta global e ajudou a conter a epidemia.

19 – Bancos

Nosso sistema bancário é o mais moderno do mundo

20 – Eleições

Nosso sistema eleitoral é o mais moderno, mais rápido (na hora do Fantástico você já sabe quem ganhou) e o mais seguro do mundo (até hoje ninguém provou o contrário).

21 – Publicidade brasileira

A publicidade brasileira é considerada uma das melhores e mais criativas do mundo.

O reconhecimento disso acontece quase todos os anos quando o país sai do Festival de Publicidade de Cannes com dezenas e até centenas de prêmios, como aconteceu em 2014 com 116 premiações e em 2018 em que as agências e publicitários brasileiros voltaram da França com 101 prêmios na bagagem

22 – Hospitalidade do brasileiro

Já viu brasileiro falando português bem devagar com gringo pra ver se ele entende? Ou tentando arranhar meia dúzia de palavras em inglês? Em último caso fazendo mímica, apontando, dando um jeito.

Mas duvido que o brasileiro simplesmente diga que aqui se fala português e dê as costas para um turista pedindo informação.

Nós nos esforçamos para entender, para ajudar, para acolher. 

Mesmo o turismo interno, em todos os lugares que eu já viajei no país, eu sempre fui muito bem tratado, entretanto na minha opinião dois lugares disputam quem tem o povo mais caloroso: Minas Gerais e Bahia. O que vocês acham?

 O brasileiro é simpático, e receptivo, é caloroso. O Brasileiro sempre te recebe de braços abertos.

23 – Pagamentos com cartão

Véio, a tia do isopor da cerveja, o ambulante no trem, o cara que vende amendoim na Praia do Futuro, o cara que vende camarão em Maragogi. Qualquer empresa ou qualquer vendedor informal hoje em dia anda com uma maquininha de cartão pendurada no pescoço.

E aí, débito ou crédito?

24 – Paçoca, caldo de cana, pamonha, açaí, pão de queijo e queijo Minas

Eu sei que já falei de comida lá em cima, mas esses itens merecem um destaque especial e você só encontra por aqui.

Quando eu passei 1 mês no Canadá, eu cheguei no Brasil de manhã e a primeira coisa que eu pedi para a senhora que trabalha na minha casa foi pão de queijo e café coado. Que saudade!!!!

LEIA TAMBÉM: O jeito de ser carioca.

25 – Descontração

Já falei de calor humano, de solidariedade, de hospitalidade, criatividade, festas, música, diversidade cultural, futebol, rir de si próprio e tudo isso junto faz do brasileiro um povo altamente descontraído e informal, às vezes até demais.

Mas somos assim, conversamos com todo mundo, somos irreverentes, conversamos com nossos vizinhos, fazemos festas em casa, fazemos festa no meio na rua, fazemos festa no ônibus…

Para quem mora no litoral, bermuda e chinelo é quase traje de gala, vamos assim para o quiosque na praia, para o shopping ou para um barzinho com a mesa na calçada. E que certamente conhecemos o garçom pelo nome. 

Geraldo, fecha a conta e passa a régua!

Concorda? Discorda? Faltou algum item? Algum não deveria estar na lista?

Comenta aqui embaixo.

Abraço.

Jason Brum

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.