Tipos de calçados masculinos – Entenda as diferenças e saiba sugestões de uso.

0 64

- Advertisement -

Existem muitos tipos de calçados masculinos e aqui nesse guia você vai aprender a diferenciar todos eles e vai ficar muito mais seguro para escolher o tipo de sapato para cada ocasião. 

Você vai ver também que eles têm muito mais especificidades que simplesmente tênis e sapato social e quais os mais indicados para uso casual e formal, quais usar com bermudas, shorts, calças de sarja, calças jeans ou calça sociais.

Vamos a eles:

Oxford 

Oxford masculino preto

O que caracteriza o sapato social Oxford são os furos do cadarço no mesmo corpo do restante do sapato. Em outros sapatos masculinos, a parte onde ficam os furos é costurada à parte.

Tudo indica que esse modelo de sapato foi criado na Escócia ou na Irlanda, onde também é chamado de Balmoral, mas ganhou popularidade e o nome mais conhecido (Oxford) após os estudantes da Universidade de Oxford o adotarem como parte do uniforme a partir de aproximadamente 1800.

É confundido no Brasil com o modelo Brogue, mas como veremos abaixo, Brogue é um detalhe do calçado e não um modelo especificamente.

O sapato Oxford é um dos maiores clássicos da moda masculina e todo homem deveria ter pelo menos 1 par na cor preta. Ideal para usar com terno

Diversos modelos de Oxford em diversos tons de marrom.

 

Loafer

Loafer masculino preto

O sapato masculino Loafer é um tipo de calçado elegante, porém um pouco mais despojado. Suas principais características são: o solado dividido (mais baixo na frente e um pequeno salto), não ter cadarços e possuir uma faixa de couros sobre o peito do pé

É muito querido entre os homens, pela sua praticidade, por não tem cadarços.

Seu uso é bastante amplo, combina com calça de sarja, calça de linho e, na maioria das vezes é usado sem meia, principalmente os modelos de camurça.

Geralmente têm um adorno na parte superior, que pode ser além da faixa de couro, um detalhe de metal ou até mesmo uma fivela falsa.

Loafer masculino marrom

Leia também: Qual sapato usar em cada ocasião.

Derby

Sapato modelo Derby

O Derby é um sapato social masculino muito parecido com o Oxford, inclusive, num primeiro olhar não se nota o que difere um do outro. A diferença entre eles é que no Derby os furos do cadarço ficam em uma aba costurada à parte.

O Derby é levemente mais casual que o Oxford, mas não deixa de ser um sapato social, portanto pode ser usado com ternos também.

Os Derbys são um pouco mais largos que os Oxford, portanto é mais confortável, principalmente para homens com pés mais largos.

Slip-On ou Iate

Os calçados slip-on ou Iate, na verdade, são tênis bastante casuais, que podem ser usados com bermudas, calças jeans ou mesmo com calças de sarja.

Suas caraterísticas são solado e lateral em borracha e corpo do tênis em couro, camurça jeans ou de algum tecido mais grosso, liso ou estampado.

Possui nas duas laterais da parte superior um elástico que facilita bastante na hora de calçar. É um calçado masculino extremamente prático, confortável e versátil. 

Slip-on Vans de tecido estampado

Monk-strap

O sapato Monk (monge) tem esse nome devido ao seu uso por monges da Europa no século XV. É um modelo de pouco uso no Brasil, mas vem ganhando espaço nos últimos anos. 

É extremamente elegante e levemente versátil, podendo ser usado com terno (de couro polido) ou looks um pouco mais casuais (de camurça)

O Monk é de fácil identificação pois apresenta uma faixa e uma fivela na parte superior. Podendo ser também de duas faixas e duas fivelas (mais usado e mais elegante).

Double Monk Strap

Brogue

O Brogue está classificado aqui como um modelo porque muita gente confunde com o Oxford, mas na verdade brogue são aqueles furinhos decorativos que tem em diversos modelos de calçados. 

Sendo assim você pode ter diversos tipos de calçados classificados como brogues, como um Derby Brogue, uma Bota Brogue e até mesmo um Oxford Brogue.

Sapato Derby com detalhes em brogue

Mocassim

O Mocassim é um calçado masculino extremamente informal, ideal para ser usado com bermudas. Mas também casa tranquilamente com uma calça jeans ou até uma calça de sarja mais ajustada e casual, sempre sem meias, por favor!!!

Geralmente é de couro ou camurça e sua principal característica é a costura “grosseira” ou mais discreta na parte lateral superior do calçado.

Mocassim masculino

Mule

O Mule com uso masculino ressurgiu recentemente depois de quase duas décadas esquecido. A principal característica dos modelos Mule é não ter a parte traseira, ou seja, é um calçado de enfiar pé.

É prático, leve e confortável e deixa o visual mais arrumado do que se estivesse de chinelo, ou mais estiloso do que um simples tênis.

Os mules modernos podem ser feitos de diversos materiais, do tecido ao couro, passando pela camurça. Os modelos fazem lembrar o Slip-On, o Drive ou a Espadrille, porém sem a parte traseira.

Side Gore 

São sapatos de cano curto ou alto com solados de couro ou borracha. Sua principal característica são as tiras de elástico colocadas nas duas laterais de cada pé do calçado.

É um sapato que já foi mais popular em décadas passadas, mas ainda continua em uso no mundo todo.

Não se trata de um sapato social, seu uso é mais casual, inclusive o de cano alto pode ser usado como bota.

Side Gore bota

Dockside

O Dockside é um calçado com inspiração náutica, com solado de borracha e corpo em couro, camurça ou lona.

É um modelo baixinho, para ser usado sem meias, com bermudas ou calças com a barra dobrada. Suas principais características são a costura na parte dianteira superior e o cadarço que envolve todo o corpo do calçado.

Driver

É uma variação do mocassim, porém mais flexível e com solado em pequenos gominhos de borracha que vão da ponta do calçado até a parte traseira do calcanhar.

Justamente por ser flexível e possuir essas borrachas que não escorregam, dão maior conforto para dirigir e ganhou esse nome “Driver”

São calçados extremamente informais, para serem usados com bermudas, calças jeans ou sarja. Nunca com meias!!!

Espadrille ou Alpargatas

Na verdade o nome desse modelo de calçado masculino é Espadrille, mas é confundido com Alpargatas pois era o nome da empresa que fabricava no Brasil, num claro caso de metonímia, quando o nome da marca acaba se popularizando tanto que os consumidores passam a chamar qualquer produto com as mesmas características ou composição pelo nome da marca famosa. Assim como acontece com Maizena (amido de milho) ou Bombril (palha de aço)

As Espadrilles geralmente têm solados em borracha e laterais em juta, ráfia, sisal ou até de cortiça e corpo em tecido, que pode ser liso ou estampado.

É um calçado muito casual, leve e confortável. Pode ser usado com bermudas, shorts ou com uma calça de linho com a barra dobrada, por exemplo. 

Tênis

Quase todos os calçados masculinos de cadarços ou não, com solados e lateral em borracha, muitas vezes na cor branca de uso casual são considerados tênis. 

A confusão que muita gente faz é que os modelos em couro, que fogem do estereótipo esportivo acabaram ganhando a alcunha de “sapatênis”. Nome, que, particularmente não gosto, mas é usado por muitas pessoas, assim como alguns homens chamam camisas de botão de “blusão”

Tênis esportivos

Tênis esportivos geralmente são aqueles mega coloridos, mas não necessariamente. Feitos de diversos tipos de materiais e tecnologias. Têm solados em borracha e corpo em couro, nylon ou tela. 

Como seu nome sugere, são indicados para práticas desportivas. Os mais populares são para uso em corridas, caminhadas e academia.

Bota e Coturno

Quase tudo de cano alto é chamado de bota, o que de certa forma não está errado, mas existem tênis de cano alto, sapatos sociais de cano alto, sneakers de cano alto. Então, o que é bota afinal?

A bota geralmente tem um visual um pouco mais bruto, com solado de borracha.

E qual a diferença entre bota e coturno?

O coturno em linhas gerais tem o cano mais alto que a bota e um visual mais rústico que a bota.

O uso de ambos majoritariamente é com calça jeans, mas dependendo do seu estilo e do modelo da bota ou do coturno, dá para usar com bermuda ou calça de sarja.

O uso pode ser com a barra da calça cobrindo uma parte do cano alto, pode ser com a barra da calça dobrada ou até mesmo com calça por dentro do cano do coturno.

Sandálias

Sandálias masculinas são, em sua maioria, de couro, mas em alguns casos podem ser também de tecidos grossos.

São muito charmosas para usar com bermuda ou calça de linho, inclusive sendo indicadas para uso noturno caso você esteja em uma cidade beira-mar e vá sair para um jantar ou em casamentos na praia.

Existem os modelos tipo chinelo, que são mais simples e outras mais elaboradas e mais fechadas, que são mais elegantes. As que têm fivela atrás não são muito apreciadas no quesito elegância.

Sandálias masculinas de couro

Leia também: Qual sapato usar em cada ocasião.

Chinelos

Os mais populares são os que têm corpo e tiras em borracha, mas as tiras também podem ser de tecido, ou uma trama de nylon.

Naturalmente as mais populares, são as onipresentes Havaianas. 

Quem tem menos de 30 anos não deve lembrar que até 1994, os chinelos da marca eram pouco atraentes e focavam nos mercados das classes C e D. A partir desse ano a marca reformulou seu posicionamento através de mudanças no produto em si e em toda a comunicação de marketing e se transformou em um fenômeno global.

Aqui no Brasil, o modelo de maior venda (Top) é encontrado por menos de R$20,00, mas na Europa e EUA com a conversão da moeda, esse mesmo modelo pode chegar a R$100.

O sucesso das Havaianas é tão grande que na Tailândia eu vi camelôs vendendo uma versão bem peculiar, falsificada.

Outro tipo de chinelo bastante comum são aqueles com solado de borracha e uma faixa larga cobrindo uma parte do pé. Marcas famosas que têm esse modelo são a Rider e Adidas.

É cilada, Bino!!!!

Crocs

Crocs não é um modelo específico de calçado, mas sim o nome da marca que fabrica aqueles troços medonhos de enfiar o pé dentro. Cara, na boa, não tem situação que justifique usar aquilo, a não ser que você goste muito, mas só em casa e escondido de qualquer visita.

Papetes

Papete é uma sandália de borracha e tiras com velcros em cima e atrás do tornozelo. É muito usada por crianças e idosos, pela facilidade de calçar e descalçar e por dar segurança no andar, pois prende bem o pé.

Mas se você tiver mais de 12 anos e menos de 70, não considere a papete como algo a ser usado publicamente.

Tanto Crocs quanto Papetes, vejo muito mais em viagens ao exterior do que aqui pelo Brasil…

…DEPOIS FALAM QUE O BRASILEIRO SE VESTE MAL... risos.

Gostou do post? Aprendeu as diferenças entre os principais tipos de calçados masculinos?

Deixe a sua opinião nos comentários abaixo.

Abraço.
Jason Brum

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.